Home / dica / Dieta do DNA descubra um pouco mais

Dieta do DNA descubra um pouco mais

QUE TAL SECAR A BARRIGA?
3 Movimentos Testados para Secar Barriga.
Assista ao Vídeo Gratis!

Como bem sabemos, hoje em dia, existem diversos tipos de dietas disponíveis para se fazer, das mais simples às mais complexas. Porém, ainda assim, existem um número imenso de pessoas que “não conseguem emagrecer”.

Existem ainda pessoas que se sacrificam ao extremo e acabam conseguindo reduzir alguns quilos, mas logo no primeiro fim de semana voltam todos novamente, ou até em dobro.

Será que isso é ocasional?

Está se despontando no mundo da saúde e bem estar, um novo formato de dieta. A dieta do DNA.

dieta-do-dna-aprenda-tudo

Especialistas afirmam uma coisa que realmente faz um grande sentido; As pessoas “não são iguais”.

Precisamos de uma determinada quantidade de proteínas, carboidratos e gorduras que é “individual”. Ou seja, Cada um de nós precisamos de uma quantidade específica para o “nosso organismo”.

Por padrão, para emagrecer, o recomendado é aumentar proteínas e diminuir carboidratos. Porém isso não vale para toda e qualquer pessoa. Na realidade menos de 20% das pessoas funcionariam assim.

A dieta do DNA está surgindo com a proposta de efetuar um teste através de amostras de células da mucosa da boca do indivíduo.

Este material seria analisado em laboratório e dessa maneira se verificariam as diferenças nos genes relacionados à alimentação.

Após esta analise em laboratório é feita uma entrevista sobre todo o histórico familiar e então depois disso um plano alimentar é elaborado por um nutricionista.

A princípio este teste, no Brasil, custa em torno de R$1,800.

Profissionais ressaltam que seria como se nós tivéssemos uma “impressão digital” que mostra a maneira correta como deveríamos nos alimentar.

Pessoas que já se aderiram a este novo tipo de dieta “brincam” dizendo que, na prática, a dieta do DNA seria quase que uma herança de nossos pais e avós. Porque trazemos em nossos genes o “segredo” sobre quais alimentos devemos ingerir ou não.

Termos Técnicos

Segundo profissionais da área, esta nova dieta do DNA só é possível graças aos vários avanços da ciência.

Existe uma área que pesquisa as relações entre alimentos e os genes. Esta área de estudo recebe o nome de nutrigenômica.

Esta ciência ainda está na fase de experimento. Mas o que já se pode afirmar é que uma pessoa, com determinado gene, tem menor ou maior capacidade de assimilar determinada dieta.

As pesquisas em nutrigenômica buscam atualmente saber qual é a precisão das doses de cada nutriente que seriam necessárias para que o gene se manifeste positivamente em uma dieta alimentar.

Quando isso for possível, este conhecimento poderá ser utilizado para um direcionamento individual à uma dieta mais saudável.

As diferenças genéticas entre uma pessoa e outra, são de 0,5%.

Sobre o Cardápio da dieta do DNA

Em relação ao cardápio que seria utilizado após as analises do genes, ficaria difícil descrever com exatidão, tendo em vista que esta nova modalidade de dieta visa repassar uma orientação alimentar individual.

Porém as semelhanças entres estas recomendações não poderiam ser tão distintas.

Pelo que pesquisamos sobre cardápio, existe uma priorização em proteínas e derivados do leite, além da restrição aos alimentos ricos em glúten e cafeína. O sal também tem sido questionado.

Por enquanto isso é tudo!

Nós do blog Zungaboo estamos atentos nas pesquisas sobre a dieta do DNA que aparentemente poderá ser revolucionária.

Esperamos que tudo se esclareça em breve, para que possamos ter uma nova fonte segura e eficaz em favor da beleza, bem estar e, principalmente, da saúde.

ATENÇÃO: Projeto Viver Magra. Chegou a Hora de Você Mudar de Vida!
Saiba Mais!

Aproveite e cadastre seu e-mail para receber dicas e novidades de Dieta, bem estar e saude:

Entregue por FeedBurner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo